A otoplastia ou plástica da orelha

com 2 Comentários

A otoplastia ou plástica na orelha é uma prática bastante comum com um resultado estético e emocional de grande impacto. Indicada para pessoas que têm orelhas proeminentes ou em abano, uma das alterações de formação mais comuns constatadas desde o nascimento, pode ser realizada a partir dos seis anos de idade, quando a orelha já apresenta mais de 85% do tamanho da orelha de um adulto.

O procedimento que reduz o polo superior da orelha, lóbulo ou reposiciona a orelha em relação à cabeça é permanente. O tipo de incisão usada para a otoplastia depende da extensão do problema. Em uma das técnicas mais utilizadas o cirurgião faz uma pequena incisão na parte de trás da orelha, o que garante também que a cicatriz se mantenha escondida na região, e com a cartilagem exposta a esculpe, reposicionando-a da maneira que desejar, deixando a orelha menos visível quando a pessoa é vista de frente.

A cirurgia tem duração de duas à três horas e é realizada sob efeito de anestesia local com ou sem sedação, o que depende de cada caso.

O resultado da otoplastia pode ser observado logo após a cirurgia, no entanto, uma percepção completa levará entre seis meses à um ano.

2 Respostas

  1. Thais Soares
    | Responder

    Boa tarde!

    Sofro ha muito anos por causa de minha orelhas. Aos 14 anos fiz minha primeira otoplastia, que me garantiu o fim das orelhas de abano(apesar de uma ficar mais aberta que a outra), mas o meu problema continuou, afinal minha orelha possui um tamanho bem anormal(coisa de familia).

    Dessa forma, por ainda ter minha auto estima debilitada, tenho procurado sites na internet que me mostrem a existencia de uma cirurgia que acabe de vez com meus problemas. Assim achei voces.

    Sou na verdade do Rio de Janeiro, mas estou disposta a qualquer sacrificio para me sentir melhor, para poder fazer um penteado numa festa, para poder prender os cabelos num dia que nao tive tempo de os lavar e etc.

    Aguardo entao informacoes e contato sobre o assunto.

    Grata,

    Thais Soares

Deixe uma resposta