A anestesia e a cirurgia plástica

com Nenhum comentário

Antes da cirurgia plástica, alguns medos passam pelo pensamento do paciente, um em especial, costuma tirar o sono de muitas pessoas, a anestesia.

Mas os motivos para preocupações devem ser cada vez menores. O anestesiologista é um profissional

com formação específica na área, que está em contato constante com os avanços tecnológicos, o que faz com que sua margem de segurança aumente consideravelmente e o objetivo de possibilitar a realização de uma cirurgia sem dor e da maneira mais confortável seja também seguro.

O primeiro contato do paciente com o anestesiologista geralmente ocorre no dia da cirurgia para a avaliação pré-anestésica. No dia da cirurgia o paciente recebe um medicamento pré-anestésico, que consiste em um calmante para confortar e diminuir a ansiedade do momento que precede o início da cirurgia.

Entenda as técnicas:

Na anestesia geral são aplicadas diversas medicações pelo soro do paciente que fica inconsciente. Todos os sinais vitais são monitorados e controlados por aparelhos e pelo anestesiologista. Este tipo de anestesia geralmente é indicado para cirurgias associadas, de maior duração, de grande porte e de acordo com o estado de saúde do paciente. O paciente fica anestesiado o tempo necessário para a realização da cirurgia e assim que termina o procedimento, ele desperta rapidamente e de forma confortável.

Na anestesia peridural que é realizada entre as vértebras da coluna ou na raquidiana, apenas uma parte do corpo é anestesiada. Este tipo de anestesia costuma ser indicada para cirurgias que se restringem aos membros inferiores, dorso e pernas. Combinada com sedação torna o procedimento muito confortável para o paciente.

A anestesia local é realizada por injeções de anestésicos locais diretamente sobre o local a ser realizado o procedimento, tem início imediato e pode ser usada em cirurgias de face, pálpebras, nariz, orelhas e próteses de mama. Seu efeito é prolongado por meio de novas aplicações e normalmente é associada a sedação.

A melhor técnica será decidida por um conjunto de fatores como a área, a duração do procedimento, a saúde física e o histórico do paciente.

A anestesia e a cirurgia plástica

Deixe uma resposta