O uso do ácido hialurônico para o preenchimento facial

com Nenhum comentário

Com o passar dos anos a pele vai se tornando mais fina, áspera, com menos elasticidade, o que associado à ação da musculatura facial e da lei da gravidade leva à formação depressões na pele, como rugas e vincos. Na tentativa de amenizá-los foram desenvolvidos produtos para o tratamento facial como o preenchimento.

O preenchimento das rugas e vincos leva à suavização das depressões, proporcionando um aspecto de rejuvenescimento ao paciente, através da aplicação de materiais específicos sob a pele, em rugas e depressões, diminuindo a sua profundidade, com o objetivo de restaurar o contorno e o volume do rosto. Ao injetar o material sob a pele o produto impulsiona a pele acima dele para fora, suavizando as ruas e sulcos na região.

Por fazer parte da constituição natural da pele, o ácido hialurônico é um dos tratamentos indicados, sendo bem tolerado pelo organismo e tem raras reações adversas ao seu uso. O ácido hialurônico existe no organismo do homem, mas diminui junto com as fibras de colágeno. Portanto, o preenchedor utiliza ácido hialurônico sintético, idêntico ao da pele, para substituir esta perda de volume, melhorando o aspecto e luminosidade da pele. Sua ação dura cerca de quatro à 12 meses, dependendo do produto utilizado, sendo um preenchimento que absorvido com o tempo após ser injetado na pele, não deixa resíduos.

O uso de acido hialurônico injetável permite o aumento de volume nas áreas desejadas, como lábio, queixo e bochechas ou a atenuação de rugas do pescoço, testa e do sulco nasogeniano, popularmente conhecido como bigode chinês, dentre outros.

A aplicação é um processo rápido e indolor, com um procedimento que leva entre 20 e 40 minutos. O acido hialuronico é injetado na camada mais superficial da derme. O inicio da aplicação é feito com um anestésico tópico, para diminuir a sensibilidade à penetração da agulha.

O preenchimento não tem restrição de idade, desde que o processo seja o mais indicado ao paciente.

Deixe uma resposta