Pensando em dar um UP nos seios? Esse alerta é pra você!

com Nenhum comentário

Algumas pesquisas mostram que a brasileira passou a valorizar os seios tanto quanto a barriga ou o bumbum. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica estima que, só em 2013, foram realizadas pouco mais de 226 mil cirurgias para aumentar os seios – quase o mesmo número de lipoaspirações (227.896). Embora seja considerado seguro, o procedimento cirúrgico ainda assusta muitas mulheres. Por isso, algumas técnicas duvidosas têm pipocado pelo mundo sem evidências científicas de que podem ser usadas sem causar complicações para a saúde da paciente.

 

Aparelhos de sucção portáteis que estimulam os seios, aplicações de ácido hialurônico e, mais recentemente, injeções de solução salina com duração de 24 horas – essas são algumas das alternativas oferecidas a quem não quer passar uma cirurgia. Embora convidativos, esses métodos vendem uma “solução milagrosa” sem comprovação científica e podem, além de trazer complicações para a saúde, serem extremamente dolorosos. As injeções com solução salina deixam a mama muito sensível e ainda há o risco de infecção, absorção irregular e assimétrica do soro. A alternativa ao silicone mais aceita hoje é o enxerto de gordura do próprio corpo, procedimento que deve ser feito duas a três vezes para que seja durável e uniforme.

Diante da proliferação desses e outros procedimentos duvidosos, lembre-se sempre de se consultar com um bom especialista e tire todas as dúvidas!

CAU_0483

Deixe uma resposta